eblack
478553392156439
Loading...

Desfile com cabelo 'bombril' é racismo sim!

Um desfile no São Paulo Fashion Week na terça-feira (19) chamou a atenção de muita gente, inclusive a minha que não costumo falar das...


Um desfile no São Paulo Fashion Week na terça-feira (19) chamou a atenção de muita gente, inclusive a minha que não costumo falar das passarelas femininas aqui no blog. O estilista Ronaldo Fraga, utilizou modelos com palha de aço representando cabelo dos negros e disse que foi um tipo de crítica contra o racismo.
Sobre o estilista, não vamos colocar em discussão seu trabalho, não vem ao caso. Temos que separar bem as coisas. O acontecimento é um puro e desinibido demonstração do que a gente chama de "racismo institucional". Este que disseminou conceitos que ficaram empregados na mente da população. 
"Esse seu cabelo aí, é ruim demais, só alisando pra dar um jeito nele..." - Engraçado porque usei frase parecida pra falar de um post hoje mesmo.  Esse pensamento acima expressa um tipo de racismo que reforça a ideia de que algumas característica s de negros não são belas, ou seja racismo. Então me digam, como o estilista OUSOU criticar o racismo reforçando um estereótipo dos mais racistas possíveis? 

Mas não podemos culpa-lo. Isso demonstra como ainda é frágil a luta para negros ganharem representação social. Vivemos em um país aonde somos a maioria populacional, porém uma minoria quando nos referimos a educação, trabalho e poder aquisitivo. Já comentei em um post como The New York Times enfatizou o contraste que é, um país em sua maioria negra, ter como referência na moda os modelos do sul – link aqui.


Isso também mostra como muitos de nós negros estamos cegos pra esse tipo de atitude, afinal desfilaram algumas modelos negras e será que ninguém parou e disse: "Peraí, passei a vida ouvindo piadas sobre meu cabelo pra crescer virar modelo e subir na passarela com bombril na cabeça?"

O engraçado é ver os mesmos argumentos que tentam minimizar a causa negra de sempre. E estou falando de pessoas brancas que nunca sofreram racismo dizendo que isso é algo que "só existe na cabeça dos negros".  Se acha que o racismo não existe, precisa ler isso... e aproveite e leia os comentários que tentam minimizar os negros que estão no post. 

Pior é ver em grandes portais títulos de artigos dizendo que esse desfile dividiu opiniões. Se dividiu, pronto! Está mais do que provado que o Brasil ainda mantém suas raízes escravagistas - pelo menos na mente de muitos. Espero que o próximo estilista que tentar homenagear a população afro, faça o que realmente seria extravagante e contratar apenas negros para sua grife. 


Mulheres 4230758972106208099
Página inicial item

Curta o EBlack

Popular Posts